Primeiras impressões do Ubuntu 7.04 Beta

Nos últimos dias tive que iniciar alguns testes para um projeto. Eu pretendia realizar estes testes com a versao estável do Ubuntu, porém resolvi baixar o beta da versao 7.04 pra ver como estava.

O objetivo deste texto nao é ser técnico com avaliações de desempenho e comparações milimétricas, mas sim passar a opiniao de um usuário que está acostumado com o Ubuntu 6.10.

O hardware que realizei a instalaçao é relativamente simples. O processador é um Celeron® 2.66GHz com 256Mb de RAM (inicialmente tinha apenas 128Mb, mas foi impossa­vel realizar a instalaçao sem mais memória).

Tirando o problema de nao conseguir nem mesmo iniciar o Live CD com 128Mb de RAM, a instalaçao ocorreu sem problemas mas com relativa lentidao (agora com 256Mb).

Agora com o sistema instalado e várias atualizações me aguardando, a velocidade do sistema é visivelmente superior. A inicializaçao do sistema e a abertura de aplicativos estao mais rápidos. Ao desligar ele apresentou um erro e trancou, precisei utilizar o dedo pra finalizar a operaçao ;)

Infelizmente os repositórios de programas ainda nao estao completos, e nao pude instalar alguns aplicativos. Sei que isso será corrigido brevemente.

Percebi algumas coisas legais no menu como o “Gerenciador de Drivers Restritos” mas recebi a mensagem “Seu hardware nao precisa de quaisquer drivers restritos.”. Outro item novo que me chamou atençao foi o “Efeitos da area de Trabalho”, este exibe um texto que deixaria qualquer desavisado com o coraçao na garganta Os Efeitos da area de Trabalho sao uma caractera­stica experimental no Ubuntu, disponibilizados como uma prévia da tecnologia. Eles nao funcionam corretamente em alguns computadores e podem causar um número de efeitos colaterais inesperados, como baixa performance, perda de atalhos de teclado ou reorganizaçao das áreas de trabalho.. Abaixo deste aviso aterrorisante temos o botao “Habilitar Efeitos da area de Trabalho” que para mim nao funcionou e nao fez todo o estrago anunciado ali em cima ;)

Bom, apesar do desempenho excepcional e dos botõezinhos que me deixaram curioso, ainda vou esperar a versao final para substituir o Ubuntu 6.10 que tenho no meu notebook.

Entao fica a dica, quem está com vontade de trocar, já comece a fazer os backups porque a versao final deve sair no dia 19 de Abril.

 
comments powered by Disqus