Técnicas de Sobrevivência: Abrigos Naturais e Barracas

Continuando nossas dicas de Técnicas de Sobrevivência. Hoje vou falar um pouco sobre abrigos naturais.

Abrigos naturais são extremamente úteis, não só em casos de extrema necessidade (sobrevivência), mas também quando se está acampando ou em jornadas (caminhadas) e não se leva barraca. Eles são muito úteis para proteção contra vento, chuva, frio e até mesmo animais.

Uma coisa que eu acho muito legal de se fazer é ir acampar e não levar barraca. Montar o acampamento com o que o local lhe oferece. É uma experiência muito interessante que exercita suas capacidades de observação, análise do local, adaptação e força de vontade.

Um abrigo não precisa ser uma obra de arte. Você não precisa derrubar ou desgalhar árvores para fazer seu abrigo. Geralmente galhos caídos e arbustos pequenos são suficientes para resolver todas necessidades que um abrigo venha a ter.

Nos abrigos mais simples, você precisa de um tronco mais grosso para utilizar como “viga” principal do seu abrigo. Também pode-se construir o abrigo junto a uma encosta, e neste caso, a encosta torna-se esta “viga”. A partir deste ponto central você irá utilizar madeiras mais finas dispostas verticalmente para fazer a base do seu telhado. Depois cubra com folhas, musgos, cascas ou o que o ambiente lhe oferecer.

Para tornar o teto do seu abrigo natural mais resistente à chuva, utilizando folhas grandes, você precisa colocá-las na base de baixo para cima. Como as escamas de um animal, as de cima sobre as de baixo. Assim a água escorre e não penetra no seu abrigo.

Claro que em uma caminhada de dois dias e uma noite, no verão e com o céu estrelado, você não vai gastar um tempo precioso construindo um abrigo natural. Durma ao relento. Garanto que vai adorar a experiência.

Caso você decida acampar sem levar barraca, outra alternativa é um toldo pequeno (3x2 é um bom tamanho. Não menor.). Com ele você pode isolar seu corpo do solo úmido, pode fazer uma cobertura, ou até mesmo utilizar para tornar seu abrigo natural totalmente a prova de chuva.

Nunca durma diretamente em contato com o solo. Ele absorve muito do calor do nosso corpo e isto é extremamente ruim quando se está na mata. Sem contar que sua noite de sono vai por água a baixo, afinal você vai ficar batendo queixo a noite toda ;-)

Procure sempre utilizar algo para isolar seu corpo do contato com o solo. Um ramo de capins, folhas secas ou até mesmo pedras são melhores que dormir diretamente em contato com o solo.

Quando dormir ao relento, sem toldos ou algum tipo de abrigo, tente sempre dormir em algum local que ofereça algum tipo de proteção contra o vento e prepare algum local para proteger sua cabeça. Não estou falando de um capacete. Até mesmo a mochila, colocada de pé formando uma parede acima da sua cabeça, já é uma boa proteção contra eventuais acidentes que podemos não prever.

Claro que não conseguiria explicar aqui todas as possibilidades que existem na construção de abrigos naturais e barracas improvisadas com lona. Sua imaginação e sua capacidade de analisar o ambiente a procura do melhor local para construir seu abrigo e de observar o que a natureza lhe oferece, são os fatores que irão definir a qualidade do seu abrigo.

Claro que eu não deixaria vocês na mão. Estou disponibilizando um PDF com várias dicas de abrigos naturais e barracas que podem ser improvisadas com toldos. Espero que gostem.

/downloads/serie-ar-livre-abrigos-e-barracas/ Download do Livro Série ao Ar Livre - Abrigos e Barracas

 
comments powered by Disqus